De que está à procura ?

Mundo

Fingiu representar um banco suíço e foi extraditado para Portugal

© DR

O suspeito tinha fugido para o Brasil e esteve preso desde agosto. As vítimas eram pessoas com elevado poder de compra.

O suspeito é português e havia sido condenado por um tribunal de Braga por burla qualificada. O Expresso refere também que tinha fugido à Justiça portuguesa e acabou por ser detido numa povoação de Natal, no Brasil.

O mandato de extradição foi emitido pela Polícia Federal, e foi entregue às autoridades portuguesas ainda no Brasil. De acordo o acórdão do tribunal de Braga, o homem agora extraditado “fingiu ser um representante de um banco suíço para enganar homens de negócios e pessoas com elevado poder de compra no seu país”, a quem roubou “grandes quantidades” de dinheiro.

TÓPICOS