De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Desporto

Pedro Proença: futebol a caminho da normalidade

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, assinalou o arranque da época 2021/22, com o início da Taça da Liga, considerando que vai marcar a viragem na modalidade, após o impacto da pandemia de covid-19.

“O pontapé de saída da nova época foi dado pela Allianz Cup! A competição está na sua 15.ª edição e está cada vez mais viva e pujante. Hoje, assinalamos também o início daquela que sabemos ser a época que vai marcar o regresso do futebol profissional à normalidade”, lançou o dirigente através da rede social Facebook.

E acrescentou: “Uma recuperação que sabemos ser gradual e em que começaremos as nossas competições – Liga Portugal Bwin e Liga Portugal 2 – ainda com limitações, mas com a firme convicção de que terminaremos a época com os estádios cheios. Essa é, sem qualquer dúvida, a nossa ambição”.

Segundo Pedro Proença, “o futebol só faz sentido com adeptos”, sublinhando os esforços feitos pela Liga de clubes para o regresso dos fãs aos estádios.

“É, sobretudo por isso, que temos lutado tanto para que regressem ao lugar onde pertencem. Sabemos que esse dia está cada vez mais perto”, vincou.

O Marítimo e Nacional vão poder receber adeptos até 50% da capacidade dos seus recintos desportivos mediante a apresentação de teste negativo à covid-19, após norma publicada pela Direção Regional da Saúde (DRS) da Madeira.

“O acesso ao público está limitado até 50% da capacidade de cada estádio sendo que a entrada dos espetadores está sujeita à obrigatoriedade de apresentação de um teste rápido de antigénio realizado nas 48 horas que antecedem o início de cada evento desportivo”, pode ler-se na circular normativa publicada esta quarta-feira pela autoridade regional.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4.139.040 mortos em todo o mundo, entre mais de 192,5 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse.

Em Portugal, desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram 17.264 pessoas e foram registados 947.038 casos de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde.