De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Comunidades

Português raptado na Nigéria

As autoridades nigerianas confirmaram, esta terça-feira, o rapto de um cidadão português, no Estado de Kogi. Segundo o Jornal de Notícias, um engenheiro civil ao serviço da empresa de construção A .G. Dangote Company, foi raptado por homens armados quando estava a inspecionar uma obra na cidade de Lokoja, ao final da tarde desta segunda-feira.

De acordo com o porta-voz da polícia local, William Aya, que falou aos jornalistas, o português José Machado trabalhava juntamente com outros cidadãos estrangeiros e nigerianos, na reabilitação de uma estrada de 45 quilómetros, quando um grupo de 15 atacantes surgiu por detrás de uma área de vegetação e atacou o local. José Machado estaria a inspecionar a obra.

Fonte do gabinete do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas afirmou que a secretaria está a “acompanhar o caso com a reserva que o assunto exige”, não adiantando mais informações.

O porta-voz da polícia informou ainda que dois polícias, de serviço na zona, morreram na sequência de uma troca de tiros com os atacantes. O sargento Gini John morreu no local e o inspetor Ezekiel Negedu morreu a caminho do hospital.

José Machado foi sequestrado depois de os dois agentes terem sido abatidos, escreveu o jornal “Nigerian Tribune”, que apontou as 19 horas locais de segunda-feira como a hora do início do ataque.

Segundo o “Premium Times”, foi mobilizada uma equipa formada por operacionais do esquadrão especial antirroubo, da força policial móvel e da unidade contraterrorismo para investigar o caso e resgatar a vítima.

Em visita ao local do incidente, o comissário da polícia do Estado de Kogi, Ali Janga, garantiu segurança adequada aos trabalhadores da empresa e prometeu recuperar o cidadão português.