De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Colunistas

Mas tu queres ser a Madre Teresa de Calcutá?

Tenho dois amigos do colégio que estiveram na Alemanha ao mesmo tempo que eu, embora noutra cidade, que me perguntavam: Mas tu queres ser a Madre Teresa de Calcutá?

Eles sabiam que de Santa tenho pouco, mas referiam-se à minha necessidade vital de querer ajudar os outros e fazer ouvir a sua voz. Foi exactamente essa necessidade que norteou as minhas especializações enquanto psicóloga e a grande motivação para me doutorar.

Quando entrei em Psicologia pensei que ia depois fazer carreira em Publicidade e Estudos de Mercado, aproveitando o caminho que o meu pai tinha aberto em Portugal e além fronteiras.

Quando acabei o curso de Psicologia pensei que ia abrir um centro de tempos livres para pessoas com deficiência, aproveitando o networking que fui fazendo ao longo do curso com várias associações de pais de crianças com alguma deficiência.

Mas, a verdade é que nunca sai nada conforme eu planeio. A vida troca-me as voltas. E muito destas voltas e trocas é da responsabilidade de 25 pequenas histórias de pessoas com deficiência que vos quero contar – 25 estrelas inspiradoras com que me pude cruzar neste caminho da vida até hoje, e respectivos cuidadores – família, amigos, profissionais, especialmente aqueles que foram facilitadores e não barreiras para estas estrelas!