De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Colunistas

Vida, Amor e Seres humanos

Procuramos ser felizes na vida.
Procuramos ou não o amor.
Queremos um tudo perfeito e maravilhoso.
Pensamos num ideal de tudo.
Exigimos a vida sonho que vimos naquele filme.
E? E nada. A vida são nada mais que episódios criados pelas nossas decisões boas e menos boas.
Deveríamos ter mais criatividade, menos medos, mais garra e mais ousadia para sermos nós mesmos e não sermos aquilo que sociedade pretende de nós.
A sociedade cria sentimentos de falsas seguranças para melhor nos manipular e nos modelar à sua imagem.
Sociedade maldita desses seres humanos todos poderosos com sede de mais poder.
A sinceridade morreu em muitas almas por aí para poderem viver numa selva chamada vida.
Mas a vida selva foi inventada por homens com medos de serem eles mesmos e que se recusam a mostrar emoções as quais definiram de fraquezas.
Somos aconselhados a sermos verdadeiros monstros sem emoções se quisermos sobreviver.
E eu deixo aqui a minha humilde opinião.
Recuso-me a ser um robô falso sem emoções.
Recuso-me a ser manipuladora para mostrar um falso poder e avançar numa vida sem sentido.
Procuro a sinceridade.
Procuro seres humanos vivos que se deliciam no sentir de tudo.
Desejo-vos uma existência cheia de Vida, de Amor e do querer existir como Ser humano.

BV 13.05.2019