De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Comunidades

Tornado no Luxemburgo: Governo anuncia medidas e ajudas ilimitadas

O primeiro-ministro luxemburguês, Xavier Bettel, anunciou sábado ao final do dia que as autarquias e as populações afetadas pelo tornado que varreu o sul do Luxemburgo na sexta-feira serão ajudadas pelo orçamento do Estado. O chefe de governo não definiu o envelope dedicado à ajuda mas declarou que as verbas passarão pelo Alto Comissariado de Proteção Nacional que, referiu, “tem um orçamento não limitativo”.

O primeiro-ministro luxemburguês estava emocionado na conferência de imprensa com a ministra do Interior, Taina Bofferding, tendo descrito os momentos que os moradores das regiões afetadas viveram como “dramáticos”, agradecendo ainda a solidariedade que a população tem demonstrado. “Foram mais de 600 pessoas a ajudar no terreno, sejam os serviços de socorro do CGDIS, a polícia, o exército ou mesmo os serviços Ponts et chaussées”, mencionou Bettel, reconhecido pelo trabalho efetuado por todos os intervenientes.

O governo luxemburguês anunciou ainda que existirão ajudas para as vítimas do tornado. A partir de segunda-feira terão lugar em Pétange e Bascharage reuniões de informação destinadas aos afetados pela tragédia. Bettel prometeu que nas próximas horas mais informações e formulários de pedido de ajuda financeira serão colocados em linha nos sites de apoio à habitação e em Guichet.lu.

O embaixador de Portugal no Luxemburgo, António Gamito, confirmou ao BOM DIA as declarações do primeiro-ministro: “as comunas afetadas estão a reunir com munícipes para avaliarem danos individualmente e reportarem ao governo para as ajudas e reparações”, insistiu o diplomata. António Gamito agradece aos portugueses e lusodescendentes o civismo que têm demonstrado e que, a partir deste domingo, “já é possível aceder às zonas sinistradas pois as equipas luxemburguesas e populares limparam quase tudo e puseram oleados nos telhados das casas”.

Segundo o jornal L’Essentiel, muitos dos moradores em casas afetadas pela intempérie estão agora preocupados com a possibilidade de as suas casas poderem ruir. Na rue Neuve, no coração de Pétange, há casas com fachadas perfuradas, tetos levados pelo vento e janelas que parecem ter sido levadas por uma explosão. Entre os entrevistados pelo jornal luxemburguês, uma lusodescendente afirma ter já entrado em casa e recuperado alguns dos seus haveres mas que teme que algumas das casas possam ruir.

Entretanto, as seguradoras já estão a avaliar a situação, tendo começado a fazer estimativas do montante dos estragos.