De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Comunidades

PSD questiona governo sobre cemitério português de Richebourg

O Cemitério Militar Português de Richebourg, situado no norte de França, tem sepultados 1.831 soldados portugueses do Corpo Expedicionário Português que combateu na I Guerra Mundial ao lado de franceses e britânicos contra a Alemanha e seus aliados.

Após o conflito, os soldados portugueses que morreram em França e que foram enterrados nos vários cemitérios franceses, foram depois transladados para este cemitério de Richebourg, tornando-se este um importante monumento à memória destes soldados tombados em combate.

O cemitério acolhe anualmente, em abril, as cerimónias alusivas à presença portuguesa na I Guerra Mundial e à participação na Batalha de La Lys, contando com a presença de altos dignatários de França e Portugal, nomeadamente, os Presidentes da República e Primeiros-Ministros dos dois países, sendo um verdadeiro símbolo para a história militar portuguesa.

O PSD, em questão parlamentar destaca ainda que “todos os anos é visitado por um número muito elevado de alunos, que ali se deslocam no âmbito da disciplina de História que aborda o tema da I Guerra Mundial e o Dever de Memória”, além de que “o Cemitério Militar Português de Richebourg é, juntamente com outros cemitérios e monumentos, candidato a Património Mundial da UNESCO, o que acaba por ser demonstrativo da importância deste local de memória”.

O Partido Social Democrata considera assim que manutenção e a conservação do cemitério são fundamentais para garantir a preservação, em condições dignas, das campas dos soldados portugueses que ali repousam e, ao mesmo tempo, dar uma imagem de um Portugal que preserva as suas memórias, neste caso, as suas memórias militares.

Na questão parlamentar, o PSD afirma que “são mais frequentes as vozes que se levantam a pedir uma maior atenção para o cemitério, tendo em conta a degradação, provocada pelo passar dos anos e pelo próprio clima, quer nas campas e nas estelas, algumas onde já se tem dificuldade em ler o nome do soldado que ali se encontra, quer nos espaços envolventes”.

Assim o PSD pede ao Governo português que garanta “a concretização do restauro das campas e das áreas envolventes das mesmas de forma a assegurar que o Cemitério Militar Português de Richebourg continue, por muitos mais anos, a desempenhar o seu relevante papel de lembrar todos aqueles que tombaram sob a bandeira portuguesa nas campanhas francesas da I Guerra Mundial” e questiona o executivo luso:

  1. Tem o Governo conhecimento da necessidade de serem feitas algumas obras de conservação e melhoria do espaço no Cemitério Militar Português de Richebourg?
  2. Está o Governo disponível para disponibilizar as verbas necessárias às operações de restauro e melhoramento do Cemitério Português de Richebourg?
  3. Para quando prevê o Governo poder realizar estas obras de manutenção?