De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Comunidades

PS Luxemburgo: não há 800 casos de eleitores impedidos de votar

“A secção do Partido Socialista no Luxemburgo vem desmarcar-se dos números avançados por órgãos de comunicação social portugueses, tendo em conta declarações feitas pelo Conselheiro das Comunidades, João Verdades Santos”, pode ler-se em comunicado dos socialistas enviado ao BOM DIA.

Num e-mail assinado por Miguel Vasconcelos, Secretário Coordenador do PS Luxemburgo, os socialistas afirmam que “os números apurados com base em declarações recolhidas de fonte reconhecida como fidedigna, visto que nenhum apuramento oficial foi realizado, seria entre 100 a 200 eleitores, que se viram efetivamente impedidos de votar”.

O delegado do Partido Socialista, presente no Consulado Geral no Luxemburgo, onde estavam as mesas de voto, diz ter estado entre as entre as 14:30 e as 17 horas, do dia 24 no local e assisitido “a uma dezena de casos,
cujos dados disponibilizados voluntariamente pelos eleitores, serão reportados às entidades competentes”.

O PS Luxemburgo, que no final do dia de domingo lamentou em comunicado que muitos eleitores não tenham podido votar, mencionava que houve muita “frustração” por parte de muitos eleitores. Contudo, os socialistas não querem que a sua posição se confunda com a do Conselheiro das Comunidades, cujas declarações “apenas ao próprio poderão ser assacadas”.

Assim, o PS Luxemburgo diz não poder “por em causa o ato eleitoral no Luxemburgo, nem o trabalho emérito do nosso Consulado Geral, mas podemos outrossim, apurar as razões, reportá-las e impender esforços para que tal não aconteça novamente”, pode ler-se no comunicado dos socialistas.