De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Comunidades

Paulo Lobo: transmitir a essência das coisas através da fotografia

Paulo Lobo é um fotógrafo e jornalista português residente no Luxemburgo que acaba de inaugurar uma exposição fotográfica “sobretudo com imagens de Portugal”.

Dono de diversos projetos “à volta da imagem”, como refere, o artista português dá aulas de fotografia desde 2014 na Câmara de Bertrange. No entanto, afirma que não se trata de “uma formação académica, mas sim (de uma formação) intuitiva. Tento transmitir o que penso e tento fazer com que cada pessoa encontre a sua linguagem visual”, acrescentou.

Nas redes sociais, Paulo partilha muita fotografias “de rua” (street photography) , nas quais “quase não há tempo nem preparação para registar o momento. Tratam-se de ‘fotografias espontâneas'”, algo que lhe “transmite liberdade”.

Ao longo da entrevista, Paulo Lobo abordou também a sua exposição “Conversas de Café”, projeto em que pessoas eram fotografadas nesse tipo de ambiente por estarem “mais à vontade”. “Conversava com elas e a fotografia surgia naturalmente”, assumiu.

Uma das características do português é o gosto pela fotografia a preto e branco. “Tenho um gosto muito forte devido à cultura cinematográfica. O preto e branco permite-nos retirar a essência das coisas, ver a sua história…”, disse.

Para este evento, o fotógrafo foi convidado pela proprietária portuguesa de um restaurante na capital luxemburguesa, o CG Lounge, e decidiu mostrar fotografias “simples tiradas em Portugal. Temos retratos de pessoas e paisagens, sobretudo em Lisboa e arredores”. Nesta apresentação, Paulo misturou propositadamente a cor com o preto e branco para demonstrar os contrastes do nosso país.

Mas a fotografia é neste contexto um passatempo, Paulo Lobo trabalha como editor e fotógrafo na revista luxemburguesa de arquitetura e design, Wunnen, onde Paulo Lobo tem conseguido ligar Portugal e o Luxemburgo através de diversas entrevistas a arquitetos lusitanos. Verdadeira “alma” da revista, o jornalista luso tem também como responsabilidade ilustrar o periódico com as suas fotografias.

Relativamente a projetos futuros, Paulo Lobo anunciou que algumas das suas obras vão estar em expostas no hospital de Kirchberg, já no próximo dia 27 de outubro, e assumiu a vontade de escrever e lançar um livro “em breve”, cujo material tem sido recolhido ao longo dos últimos 15 anos.