De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Mundo

Japão: tufão deixa 30 portugueses retidos em aeroporto

A passagem do tufão Hagibis pelo Japão deixou 30 portugueses retidos no aeroporto de Osaka. Embora esta cidade nipónica não tenha sido afetada pelo tufão o grupo só deverá conseguir voltar a Portugal na quarta ou quinta-feira em dois voos separados. Tal acontece pois a companhia com a qual tinham voo marcado, a Emirates, tem a lotação esgotada.

Em declarações à agência Lusa uma das portuguesas retidas, Isabel Parreira, relata”somos um grupo cerca de 35 pessoas, onde se incluem dois guias – um português e uma japonesa. A guia japonesa já não está connosco, mas também não pode viajar para Tóquio. Nós tínhamos avião no sábado pelas 23h00 [07h00 em Lisboa], mas o aeroporto estava fechado. Os voos da Emirates para sábado e domingo foram cancelados”.

A portuguesa lamenta a dificuldade que têm sentido em obter informações, “é muito estranho, nunca vi um sítio onde houvesse tão pouca gente a saber falar inglês”. As medidas de segurança e prevenção permaneceram uma incógnita para o grupo português.

Ainda assim, Isabel Parreira descreve um cenário de relativa tranquilidade, “estamos todos muito serenos. Não vi ninguém preocupado e estavam muitas pessoas pelas ruas. É como se não houvesse nenhum tufão. Sei que também houve um sismo, mas aqui não sentimos nada”.

Pelo menos 33 pessoas morreram e 170 ficaram ferias no Japão, após passagem do tufão Hagibis, de acordo com o último balanço das autoridades nipónicas.

Segundo as autoridades de resgate, 17 pessoas continuam desaparecidas.

O Governo japonês mobilizou 27 mil membros das Forças de Autodefesa (exército) para os trabalhos de socorro.

O Hagibis tocou terra no sábado pouco antes das 19:00 (13:00 em Lisboa) e, cerca de duas horas depois, chegou à capital japonesa com rajadas de vento até 200 quilómetros por hora, de acordo com a Agência Meteorológica do Japão (JMA, na sigla em inglês).