De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Europa

Geórgia, Moldávia e Ucrânia querem juntar-se à UE

Os presidentes da Geórgia, Moldávia e Ucrânia estão unidos no desejo de se tornarem membros da União Europeia e têm trabalhado juntos para cumprir os requisitos.

Numa cimeira realizada na cidade costeira georgiana de Batumi, na qual participou o presidente do Conselho Europeu, os chefes de Estado deixaram claras as suas intenções.

Salome Zurabishvili, o presidente da Geórgia afirmou que em comum estes países têm, também, o facto de não quererem “voltar ao passado” (…) Estamos prontos e determinados a lutar pelo nosso futuro europeu para evitar ameaças de polarização no interior e provocações no exterior”.

Uma cimeira que Charles Michel considerou de histórica. O Presidente do Conselho Europeu prometeu um “pacote de investimento sem precedentes”: 2,3 mil milhões de euros.

O líder europeu deixou um alerta é preciso trabalhar mas não por Bruxelas:

“A União Europeia continuará a ser um parceiro forte e fiável para a vossa região. Contamos com o vosso empenho para avançar com reformas, não para agradar a Bruxelas, mas no interesse do vosso próprio povo e das vossas sociedades”, afirmou Charles Michel.

No final da cimeira foi assinada uma declaração conjunta de comprometimento dos países a trabalharem em conjunto por um “futuro europeu”.

Um claro afastamento, de três países que foram repúblicas da antiga URSS – União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, do bloco liderado pela Rússia.