De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Comunidades

Empresários luso-americanos juntam-se para debater investimentos nos Estados Unidos

Cerca de 100 empresários luso-americanos reúnem-se esta quarta-feira, em Newark, Estados Unidos da América (EUA), para analisar um projeto de lei de 1,2 biliões de dólares destinado à construção e restauro das infraestruturas do país.

A informação foi enviada à agência Lusa pelos organizadores do Seminário Anual da Rede de Empreendedores da Construção (CENSE, na sigla em inglês), da empresa luso-americana Media Consult.

Segundo a nota, o encontro realiza-se esta quarta-feira na cidade de Newark, Nova Jérsia, nos espaços do Avenue A Club, onde deverão comparecer uma centena de empresários luso-americanos.

No centro do encontro estará o plano de infraestruturas promovido pelo Presidente norte-americano, Joe Biden, no valor de 1,2 biliões de dólares (1,04 biliões de euros), aprovado em agosto no Senado e que está em suspenso enquanto os Democratas da Câmara de Representantes exigem também a aprovação de um pacote social de 3,5 biliões de dólares.

Visto como um plano histórico, o projeto de lei das infraestruturas prevê verbas para a construção de estradas e pontes, vias férreas, reabilitação da rede elétrica, alargamento da banda larga de Internet, modernização dos sistemas de transporte e modernização do sistema de abastecimento de água em todo o país.

A legislação deve fortalecer a economia norte-americana em várias dimensões e setores, com especial atenção às alterações climáticas.

“Tim Sullivan, da New Jersey Economic Development Authority, terá ao início da tarde de quarta-feira uma intervenção sobre oportunidades de negócios relacionados com o projetado investimento na construção e reabilitação de estruturas, bem como sobre contratos relacionados com o crescimento de projetos no setor das energias renováveis”, informa a nota.

Prevê-se também a participação de Jenny Davis, da autoridade de infraestruturas de transporte Port Authority of New York and New Jersey, e de Tonny Smit, da companhia de abastecimento energético Public Service Electric & Gas Company.

“Terão também intervenções responsáveis de ‘megacompanhias’ e instituições públicas geradoras anualmente de contratos de construção multimilionários”, acrescenta o documento.

“Estes encontros de empresários luso-americanos da construção civil criaram novas oportunidades de investimento na casa dos 70 milhões de dólares adicionais desde a sua primeira edição em 2014. As companhias representadas movimentam anualmente algumas centenas de milhões de dólares em contratos no setor da construção civil pesada”, conclui o comunicado.