De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Lifestyle

Doze chefes juntos por uma alimentação mais saudável

São 12 meses, com 12 receitas realizadas por 12 chefes diferentes, que dividem a hora da confeção com um médico cardiologista.

Cada uma das criações é confecionada com produtos mais saudáveis promovendo estratégias para se eliminar as tradições alimentares que nos são mais prejudiciais à saúde.

Nas diversas receitas, o sal é um dos ingredientes mais combatido. Os chefes vão mostrar como é fácil substituí-lo por outra erva aromática ou especiaria, mantendo o bom sabor da tradição.

Ensinar as pessoas a comer é uma das preocupações da Fundação Prof. Fernando de Pádua (FPFP), uma IPSS cujo desígnio estatutário é a Promoção da Saúde para uma Melhor Qualidade de Vida.

O número de pessoas obesas em Portugal tem crescido de ano para ano. Só no ano passado, os valores mostravam que 60% da população portuguesa vive com excesso de peso. E este número torna-se ainda mais preocupante quando parte dos valores é referente a crianças.

Como forma de contribuir para a inversão desta tendência epidemiológica, e de alertar os portugueses para as vantagens da Dieta Mediterrânica e dos cuidados diários com a alimentação, a Fundação Prof. Fernando Pádua criou o projeto Uma Tradição de Comida Saudável para contribuir para a crescente adoção de estilos alimentares saudáveis e sustentáveis.

Sobre a Fundação Professor Fernando Pádua

Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) de reconhecida utilidade pública desde 2002 e sem fins lucrativos.Trabalham pelas Medicina Preventiva e Medicina Comportamental a Promoção da Saúde, do Bem-Estar e da Melhor Qualidade de Vida com especial enfoque na prevenção das Doenças Cardiocerebrovasculares como AVC, enfarte do miocárdio, angina de peito, hipertensão arterial, insuficiência cardíaca, morte súbita e outras Doenças Não Transmissíveis (DNT’s) com factores de risco comuns, como é o caso de diversos cancros, diabetes, obesidade entre outras.Têm como objetivo o  continuarem a alcançar cada vez mais públicos e alargar assim os benefícios em anos de vida com melhor qualidade à maior fatia possível da população portuguesa e de outros países também.