De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Colunistas

DoSe ou treze

Dos amigos e dos desamigos!

Dos afectos e dos desafectos!

Das graças e das (des)graças:

Esta coisa de banalizar as palavras, os sentimentos, sempre me criou muita confusão. Logo a mim que considero as palavras afectos tão grandes.

– Para se ser amigo leva-se por vezes muitos anos.
Para derrubar uma amizade, um afecto, basta uma desgraça. Um segundo.

Não entendo isto. Sem filosofias baratas, não entendo mesmo isto.

Será o poder de encaixe?

Guarde-se numa caixinha!

Mário Adão Magalhães
2013/12/30

(Não pratico deliberadamente o chamado Acordo Ortográfico)