De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Mundo

Cada vez mais moçambicanos fogem de Cabo Delgado

A Organização Internacional para Migrações, OIM, está profundamente preocupada com o deslocamento contínuo de civis no norte de Moçambique devido à insegurança na província de Cabo Delgado. O local é alvo de ataques de terroristas islâmicos e grupos armados.

Entre 28 de outubro e 25 de novembro, mais de 45 mil pessoas fugiram do distrito de Muidumbe, ao norte, devido a vários ataques.

Em comunicado, a chefe da missão da OIM em Moçambique, Laura Tomm-Bonde, disse que “os movimentos de populações estão a aumentar no norte de Cabo Delgado à medida que continuam os ataques a populações civis”.

Segundo ela, as famílias deslocadas são altamente vulneráveis ​​e é necessário mais assistência para atender as necessidades humanitárias.

Mais de 37 mil moradores de Muidumbe, a cerca de 100 km da fronteira entre Moçambique e Tanzânia, fugiram para o distrito de Mueda, no norte. Outros 5 mil mudaram-se para para Montepuez, no sul, e cerca de 3 mil pessoas tomaram a estrada para a capital Pemba.

Segundo a OIM, em finais de novembro, havia pelo menos 424 mil indivíduos deslocados, um aumento de 17% em relação ao mês anterior. Mais de 144 mil estão em áreas de difícil acesso devido a questões de segurança.