De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Europa

Artistas portugueses integram movimento solidário no Reino Unido

Cinco artistas portugueses contribuíram para um projeto de angariação de fundos para um hospital no Reino Unido iniciado pelo pai de uma criança com vários problemas de saúde neurológicos que produziu uma série de pinturas durante a pandemia.

Os artistas de rua Jacqueline de Montaigne, Dish, Daniela Guerreiro e Tio Acer e o ilustrador Senhor Tocas contribuíram com obras para um livro com desenhos de mais de 250 artistas de todo o mundo, intitulado “Background Bob”, o nome artístico de Noah Jones.

A criança de 12 anos sofre de hidrocefalia, epilepsia e paralisia cerebral e os pais decidiram lançar um projeto de angariação de fundos a favor de uma fundação criada pelos hospitais de Colchester e Ipswich, onde Noah foi acompanhado.

Durante o primeiro confinamento decretado em Inglaterra por causa da pandemia de covid-19, em março e abril do ano passado, Noah começou a pintar em pedaços de cartão e o pai partilhou as imagens na rede social Instagram, apelando a artistas para completarem as obras com o seu próprio estilo.

A anglo-portuguesa Jacqueline de Montaigne tomou conhecimento da iniciativa e voluntariou-se para colaborar, envolvendo mais artistas que conhece em Portugal.

“Numa altura em que as artes e a cultura sofreram bastante e foram abandonadas mundialmente durante a pandemia, os artistas mostraram um enorme sentido de solidariedade com o Noah e a sua família. Estou muito orgulhosa por ter podido participar e ter conseguido dar conhecimento a outros artistas de Portugal”, disse a artista à agência Lusa.

Além de um livro com todos os desenhos, os originais foram leiloados no domingo, tendo no total angariado 81.338 libras (95 mil euros).

#portugalpositivo