De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Lifestyle

Adolfo Luxúria Canibal, o poeta dos Mão Morta

“No rasto dos duendes eléctricos” é o título da antologia poética do músico Adolfo Luxúria Canibal, líder dos Mão Morta, que foi editada esta semana pela Porto Editora.

O livro reúne textos poéticos do autor abrangendo quarenta anos de escrita, entre 1978 e 2018.

“Não é possível a cultura portuguesa recente passar ao lado da poesia que aqui se reúne. Em algum momento, todos fomos expostos à sua acidez perspicaz, pertinente, perante o pouquinho que tende a ser o mundo das pessoas”, afirma o escritor Valter Hugo Mãe na nota de imprensa sobre o livro.

A antologia é o oitavo volume de uma coleção de poesia da Porto Editora, coordenada por Valter Hugo Mãe.

“No rasto dos duendes eléctricos” será apresentado no sábado na Livraria 100.ª Página, em Braga, e a 05 de outubro no Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra.

Adolfo Luxúria Canibal, advogado de formação, fundador dos Mão Morta e membro dos Mécanosphère, tinha já editado este ano o livro “No fim era o frio e outros textos de amor e solidão”.