De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Comunidades

Venezuela: São Valentim festejado com lenços dos namorados

Lenços portugueses bordados à mão vão estar expostos na Venezuela, uma iniciativa do Consulado Geral de Portugal em Caracas e da Associação Mulher Migrante Luso-venezuelana para assinalar o Dia de São Valentim e o mês da amizade.

“São histórias de amor que foram bordadas durante decénios em Portugal, em lenços de namorados que plasmam também matrimónios e ruturas. O amor é assim, dura o que dura e os lenços são, dessa maneira, testemunhas que vão além da existência dos sentimentos”, explicou Milu de Almeida à agência Lusa.

Segundo a presidente da Associação Mulher Migrante Luso-venezuelana, a exposição “Lenços dos Namorados: Artes popular portuguesas” estará patente ao público no Consulado Geral de Portugal em Caracas e consta de “14 quadros de 70 x 90 cm com lenços originais bordados à mão”.

“Os lenços dos namorados eram uma tradição no Minho e eram bordados ao ritmo que o bater do coração punha nas mãos das raparigas, na idade de casar. A rapariga bordava o lenço a partir de um pano de linho fino, feito por ela, ou a partir de um lenço de algodão que comprava no mercado”, explicou.

Milu de Almeida disse ainda que, depois de bordado, o lenço era entregue às mãos do eleito (jovem prometido) e tudo dependia se ele o usava em público ou não.

“Assim poderia começar o ciclo de uma relação amorosa. Todos os lenços têm histórias de amores felizes ou menos ditosas, paixões esmagadoras ou simples brilhos momentâneos, retratados nos desenhos policromáticos bordados sobre a brancura do linho”, conclui.