De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Desporto

Sub-21: Joel Pereira segura vitória no País de Gales

Uma grande exibição do guarda-redes Joel Pereira garantiu esta terça-feira à seleção portuguesa de futebol de sub-21 uma vitória sobre o País de Gales por 2-0, em jogo de apuramento para a fase final do Euro2019.

O guardião do Manchester United, emprestado ao Vitória de Setúbal, começou por segurar o ‘nulo’ na fase inicial da partida, que coincidiu com uma entrada forte do País de Gales, que criou duas flagrantes oportunidades de golo, aos cinco e 10 minutos.

Na primeira, Yuri Ribeiro, o jogador de menor rendimento da seleção lusa, ‘assistiu’ um adversário sobre o flanco esquerdo e permitiu o cruzamento deste para o primeiro poste, onde surgiu Morrel a desviar com a bola quase a entrar na baliza portuguesa. Na segunda, foi mesmo Joel Pereira com uma defesa fantástica a evitar que Thomas inaugurasse o marcador.

O selecionador Rui Jorge operou três alterações em relação ao jogo frente à Roménia (1-2), em Paços de Ferreira, ao promover as entradas de Diogo Leite, Pereira Lage e André Horta, em detrimento de Ferro, Stephen Eustáquio e Heriberto Tavares.

No entanto, a equipa não melhorou o seu rendimento e fez uma primeira parte apagada, em que não foi capaz de controlar o jogo e permitiu que o Pais de Gales tivesse bola, pressionasse junto à sua área, flanqueando os lances e recorrendo ao jogo aéreo.

É verdade que João Félix perdeu uma boa oportunidade, aos 20 minutos, ao dominar mal a bola, mas foi um lance fortuito e fruto de um lançamento longo que apanhou a equipa galesa balanceada no ataque.

O melhor que Portugal fez na primeira parte deveu-se a um lance de inspiração de André Horta, um dos melhores em campo, preterido frente à Roménia, que abriu o marcador com um remate fabuloso a 25 metros da baliza galesa, indefensável.

A vencer ao intervalo, graças a André Horta e a Joel Pereira, Portugal viu as coisas complicarem-se aos 59 minutos quando Yuri Ribeiro, que já tinha visto um cartão amarelo, fez uma falta disparatada sobre James e foi expulso.

O cariz do jogo na última meia hora foi o País de Gales a carregar sobre a área portuguesa e Portugal a defender e a não ser capaz de ter bola e acionar o contra-ataque, e Joel Pereira a retardar o empate com defesas de grande nível.

O selecionador galês lançou o extremo Matondo, que ‘ensaboou o juízo’ à defesa portuguesa, e foi hora de os portugueses apelarem ao espírito de entreajuda e de combate para segurar a vantagem perante um adversário precipitado na hora de finalizar.

Seria mesmo Portugal a chegar ao segundo golo, num lance de contra-ataque, aos 74 minutos, conduzido por Gil Dias, que entrara a render Diogo Jota sete minutos antes, e que cruzou para João Félix aumentar a vantagem lusa no ‘coração’ da área.

Mesmo com uma vantagem de dois golos nunca a vitória pareceu segura porque o País de Gales fez um ‘forcing’ final em que criou várias situações de golo, mas Joel Pereira parecia simplesmente intransponível.

Com este triunfo, Portugal manteve-se no terceiro lugar do Grupo 8 de apuramento para o Euro2019, com 16 pontos em oito jogos, menos dois do que a Bósnia Herzegovina, com 18 em nove jogos, e do que a Roménia, que lidera com os mesmos pontos dos que a seleção bósnia, mas menos um jogo.