De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Desporto

Sporting segura Arsenal e qualificação

O Sporting segurou o nulo (0-0) na visita ao Arsenal, em jogo do grupo E da Liga Europa de futebol, e colocou-se em boa posição para acompanhar os ingleses rumo à próxima fase da prova.

Num encontro em que praticamente não conseguiu chegar próximo da baliza dos ingleses, o conjunto de Alvalade, que viu Mathieu ser expulso aos 87 minutos, soube defender a baliza à guarda de Renan e aguentou um empate que o deixa próximo dos 16 avos de final.

Com esta igualdade, o Arsenal, que lidera o grupo com 10 pontos, já assegurou esse apuramento, sendo que o Sporting, segundo com sete, poderá ‘selar’ a qualificação na próxima ronda, em caso de vitória sobre o Qarabag (três pontos), ou mesmo de empate, desde que o Vorskla Poltava (três) não vença na receção aos londrinos.

As equipas foram as seguintes:

– Arsenal: Cech, Liechtsteiner (Maitland-Niles, 74), Sokratis, Holding, Jenkinson (Kolasinac, 60), Guendouzi, Ramsey, Iwobi, Mkhitaryan, Smith Rowe e Welbeck (Aubameyang, 30).

(Suplentes: Damián Martínez, Torreira, Aubameyang, Maitland-Niles, Mustafi, Kolasinac e Nketiah).

Treinador: Unai Emery.

– Sporting: Renan Ribeiro, Bruno Gaspar, Coates, Mathieu, Acuña, Gudelj, Miguel Luís (Petrovic, 85), Diaby (Jovane Cabral, 83), Bruno Fernandes, Nani e Montero (Bas Dost, 69).

(Suplentes: Salin, Jefferson, André Pinto, Carlos Mané, Petrovic, Bas Dost e Jovane Cabral).

Treinador: Tiago Fernandes.

Na segunda partida ao comando dos ‘verde e brancos’, Tiago Fernandes reservou uma surpresa para a deslocação a Londres, tendo lançado de início o jovem médio Miguel Luís, de 19 anos, titular pela primeira vez na equipa principal, enquanto Bas Dost ficou no banco de suplentes e foi rendido por Montero.

Já os londrinos voltaram a apresentar-se com várias segundas ‘linhas’, deixando de fora jogadores como Bellerín, Mustafi, Xhaka, Ozil, Lacazette ou Aubameyang, embora Unai Emery fosse obrigado a recorrer ao avançado gabonês, à meia hora, em virtude de uma lesão grave de Welbeck, autor do tento da vitória (1-0) dos ‘gunners’ em Alvalade.

Até então, a mobilidade e velocidade do internacional inglês, juntamente com Mkhitaryan, Iwobi e Smith Rowe, colocaram problemas ao Sporting e Coates foi crucial para evitar o tento do Arsenal, após um desvio de Mathieu que tomava o caminho da baliza.

Apesar de dificultarem a tarefa ao adversário, com um bloco compacto, os ‘leões’ jogavam muito recuados no terreno e, por conseguinte, bastante afastados da baliza de Cech, limitando-se a ‘tapar’ caminhos, enquanto os ingleses tomavam conta da bola e do jogo (75% de posse no final do primeiro tempo).

Defensivamente, a estratégia ‘leonina’ ia resultando, já que, à exceção de algumas combinações e um par de cruzamentos ‘venenosos’, o Arsenal não conseguiu criar verdadeiras situações de perigo para a baliza de Renan na primeira parte.

O guardião do Sporting sofreu um susto logo no arranque da etapa complementar, quando Mkhitaryan arrancou um cruzamento da direita e Aubameyang falhou o golo por muito pouco.

Ainda assim, a formação de Alvalade regressou dos balneários com uma maior intenção de ‘ferir’ os ‘gunners’, só que, quando tentava ‘esticar’ o jogo, os ingleses revelavam-se ainda mais perigosos, saindo rapidamente em busca dos espaços deixados pelos ‘leões.

Aubameyang continuava à procura do golo, mas não conseguia mais do que acertar, novamente, nas malhas laterais, numa das muitas vezes em que o Arsenal se aproximou da baliza visitante, mas sem conseguir dar a melhor sequência aos lances ofensivos.

O internacional gabonês esteve na origem da expulsão de Mathieu, a três minutos do final, só que, mesmo com 10 elementos nos derradeiros instantes, o Sporting conseguiu aguentar o que mais procurou desde o primeiro minuto (o empate) e que o mantém com boas perspetivas de qualificação para a próxima fase.