De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Lifestyle

Salvador Sobral atua em abril na Alemanha e em maio na Suíça

O cantor português Salvador Sobral atua, a solo, em abril, em seis cidades na Alemanha e, em maio, em Zurique, na Suíça, anunciou esta segunda-feira o agenciamento do músico.

De acordo com a Fado in a box, agência que representa o cantor, Salvador Sobral tem concertos marcados, em abril do próximo ano, em Essen (no dia 23), Frankfurt (24), Hamburgo (25), Berlim (27), Nuremberga (28) e Estugarda (30), na Alemanha, e em maio em Zurique (no dia 01).

Salvador Sobral regressou aos palcos em maio deste ano, depois de ter sido submetido a um transplante de coração. O músico anunciou em setembro do ano passado que iria fazer uma pausa na carreira, por motivos de saúde e por tempo indeterminado.

A preparar novo disco, o cantor inicia na quarta-feira uma “longa e intensa digressão” em Espanha.

Salvador Sobral irá atuar, entre quarta-feira e 28 de julho, em Málaga, Barcelona, Valência, Cartagena e San Sebastián.

Pelo meio, a 18 de julho, o músico passa pelo festival CoolJazz, em Cascais, num concerto onde tem “carta branca” para interpretar um “repertório diverso e inédito”, com passagem pelo jazz, pelos sons da América do Sul e pelos “êxitos que o catapultaram para um patamar de maior reconhecimento”.

Esta será a segunda vez que Salvador Sobral atua no festival EDP CoolJazz, onde esteve em 2016, na primeira parte de Cinematic Orchestra, na altura para apresentar o álbum de estreia, “Excuse me”.

Nascido em Lisboa, em 1989, Salvador Sobral editou em 2016 “Excuse me”, no qual cruzava referências de uma vida, do jazz de Chet Baker aos clássicos brasileiros de Dorival Caymmi.

O percurso na música ganhou maiores dimensões depois de ter vencido, em 2017, o Festival Eurovisão da Canção, cuja final decorreu em Kiev, com a música “Amar pelos dois”, escrita pela irmã, Luísa Sobral, dando a Portugal a primeira vitória no concurso.

No final do ano passado, altura em que editou o disco “Excuse me ao vivo”, o músico foi distinguido pelos European Border Breakers Awards e, juntamente com a irmã, foi escolhido como Personalidade do Ano pela Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal.

O músico integra também a banda Alexander Search, projeto inspirado na poesia inglesa de Fernando Pessoa em que os músicos, tal como o poeta, assumem personagens e cujo álbum de estreia foi editado em junho.