De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Mundo

Ryanair procura pilotos na Europa e no Brasil

A companhia aérea irlandesa ‘low cost’ Ryanair quer contratar pilotos no Brasil e na Europa para fazer frente às dificuldades para cumprir o calendário de voos.

O diretor-geral da Ryanair, Michael O’Leary, assegurou que o cancelamento de mais de 2.000 voos durante as próximas seis semanas não se deve à falta de pilotos, mas sim a um “erro” na distribuição de férias.

Contudo, o Irish Independent recolhe informações de meios brasileiros que indicam que a Ryanair organizou no mês passado eventos para recrutar pilotos nas cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo.

O jornal irlandês adianta que a companhia também organizou encontros similares em Itália e na Alemanha para contratar pilotos de companhias concorrentes, como a Alitalia ou a Air Berlim.

Numa conferência de imprensa na segunda-feira em Dublin, O’Leary negou que a companhia ‘low cost’ Norwegian tenha contratado até 140 pilotos da Ryanair, ainda que o jornal Independent insista que a transportadora norueguesa tenha voltado a confirmar a informação.

O cancelamento de 2% dos voos da transportadora durante as próximas seis semanas provocou uma forte queda da cotação das ações e os analistas estimam que o valor da Ryanair se tenha reduzido em cerca de 60 milhões de euros desde a passada quinta-feira.

O’Leary reconheceu que “esta confusão” com as férias dos pilotos é da sua responsabilidade, mas considera que não se deve demitir de funções e que a sua obrigação é “ficar e solucionar” a situação.

Mesmo assim, o chefe da Ryanair defende que a transportadora aérea, líder na Europa do setor ‘low cost’, “não tem qualquer problema para contratar comandantes” de voo e que tem uma “lista de espera” de 2.500 pilotos que querem juntar-se à equipa.

Esta e outras questões serão abordadas na próxima quinta-feira na capital irlandesa durante a assembleia geral anual da Ryanair.