De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Suíça

Português detido na Suíça por afogar cães num rio

Um português residente  na Suíça está detido e acusado de crueldade animal, sendo suspeito de afogar dois cães num rio, por causa do barulho que faziam.

Os cães foram encontrados perto das margens do rio Aar, em Aarburg, na Suíça. Estavam amarrados com uma corda a uma barra de ferro.

Segundo as autoridades locais, terão morrido afogados, após momentos agonizantes. O homem, que não foi identificado, está preso há três meses tendo sido acusado de crueldade sobre animais, deve conhecer a sentença esta quarta-feira.

A mulher do suspeito, identificada como Carla S., de 32 anos, explicou a um canal de televisão suíço o que se passou.

Segundo Carla, aumentavam as queixas dos vizinhos relativamente ao barulho e ao mau cheiro no apartamento. O casal queria livrar-se dos cães e não sabia o que fazer.

“Já não dava para viver com os animais”, explica, mas acrescenta nunca lhe passou pela cabeça que o marido, também português, matasse os animais.  “A culpa é minha se os animais morreram.

Pedi-lhe que se visse livre dos cães. Queríamos oferecê-los, mas ninguém os queria”.

“Não sei como funcionam os abrigos para animais na Suíça”, disse a mulher, quando questionada pela Tele M1.

“Estou grávida de cinco meses. Sinto falta do meu marido e espero que venha para casa o mais rapidamente possível”, disse.

Vizinhos contam ao site suíço “20 minutes” que o casal português se queixava de não ter dinheiro para alimentar os cães e que tentaram várias vezes oferecê-los.

Uma das vizinhas conta que alertou os serviços veterinários do cantão, mas nada foi feito.

Carla desespera com a detenção do marido. “Na segunda-feira à noite, tive de ir à urgência do hospital. O meu filho de 13 anos acompanhou-me para assegurar que tudo corria bem. Mas a polícia não se interessa por esse género de coisas”.

Tierquäler Die Ehefrau Carla S. erklärt, weshalb ihr Mann in Aarburg die beiden Hunde brutal in der Aare ersäuft hat. Bild: Tele M1