De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Portugal

Portugal vai acolher mais de mil refugiados em dois anos

Elementos do Serviço de Estrangeiros Fronteiras (SEF) e do Alto Comissariado para as Migrações (ACM) vão entrevistar refugiados em centros de acolhimento no Egito e na Turquia que queiram instalar-se em Portugal.

A primeira equipa parte no início de julho para o Egito onde falarão com os candidatos a acolher ao abrigo do novo Programa Voluntário de Reinstalação. Serão mais 1010 pessoas em dois anos.

Este novo instrumento de acolhimento é coordenado pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), em colaboração com a Comissão Europeia. Destina-se a integrar os refugiados oriundos de países em guerra e/ou regimes ditatoriais, como a Síria e a Eritreia, e que fugiram para países terceiros, particularmente a Turquia, o Líbano, a Jordânia e o Egito.

A Comissão Europeia propôs o acolhimento nos países europeus de pelo menos 50 mil refugiados nos próximos dois anos, vindos de África, do Médio Oriente e da Turquia. “Portugal participa ativa e construtivamente no esforço europeu de acolhimento aos refugiados, apoiando as propostas europeias e da presidência búlgara, no sentido da construção de uma política europeia de asilo comum, assente nos princípios da responsabilidade e solidariedade, no respeito pela dignidade da pessoa humana e no combate ao tráfico de seres humanos”, refere uma nota do governo português.