De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Portugal

Pai de jihadistas mortos quer acolher família em Portugal

Familiares dos dois jihadistas portugueses, cuja morte é dada como provável, de acordo com o Expresso deste sábado, estão a pedir apoio às autoridades para que as mulheres destes e os seus filhos possam viajar para Portugal.

De acordo com o Diário de Notícias, o pai dos irmãos Costa (Celso e Edgar) tem feito contactos junto a várias entidades nacionais e internacionais para que ajudem a trazer as quatro noras (os irmãos Costa tinham duas mulheres cada um).

Celso e Edgar partiram de Massamá, Sintra, e fazem parte da designada “célula de Leyton”, zona inglesa onde se radicalizaram e de onde partiram para o califado em 2013. No autoproclamado estado islâmico tinham um papel destacado e chegaram a protagonizar vídeos de propaganda.

As quatro mulheres e as crianças estão no campo de refugiados de Roj e Ain Issa, na Síria, numa zona controlada pelos curdos. Os campos estão sob gestão da Cruz Vermelha e será também através desta organização internacional que o pai dos irmãos Costa tem feito os seus apelos.

Com elas estará também a mulher de Sadjo Turé, outro da “célula de Leyton”, cuja morte foi anunciada pelo DN em 2015. As cinco mulheres têm ao todo cerca de uma dezena de crianças, a maior parte nascidos no califado, mas alguns ainda nascidos em Portugal e no Reino Unido.