De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Europa

Mona Lisa vai fazer “volta à França”

A Mona Lisa pode vir a deixar o Louvre pela primeira vez em 44 anos. A ministra da Cultura francesa, Françoise Nyssen, deixou em aberto a possibilidade de fazer viajar a obra-prima de Leonardo Da Vinci por vários museus franceses. A câmara de Lens, cidade no Norte do país, já lançou uma campanha para receber a obra com cinco séculos, contrariando as críticas dos conservadores parisienses.

Françoise Nyssen revelou, numa entrevista à rádio francesa Europe 1, estar a “considerar seriamente” enviar a Gioconda a outros pontos do país. A ministra disse estar a negociar com o Louvre de Paris o empréstimo da obra a outros museus por considerar que obras-primas com tamanha importância cultural não devem estar restringidas a uma só instituição. “A minha prioridade é lutar contra a segregação cultural”, explicou, e por isso quer pôr em marcha “um plano em larga-escala para fazer movimentar [as obras de arte]”. Nyssen não especificou, no entanto, se a obra poderá voltar a sair do país.

Perante as críticas dos conservadores do Louvre, que salientam a fragilidade da pintura, Nyssen defende-se. “Tivemos a mesma reacção quando nos propuseram emprestar a tapeçaria de Bayeux”, disse a ministra à Europe 1, referindo-se ao empréstimo da tapeçaria milenar, aprovada pelo Presidente Emmanuel Macron, ao Museu de Bayeux, no Reino Unido, a realizar em 2022.

A câmara de Lens já lançou uma campanha onde se mostra disponível para receber a obra de arte de Leonardo Da Vinci, na qual se envolveram oito milhares de apoiantes. Sylvain Robert, presidente da câmara, escreveu uma carta a Emmanuel Macron a pedir que a obra passasse pela extensão do Louvre da cidade de Lens assim que tomou conhecimento das palavras da ministra da cultura, avança a Europe 1.

O pedido ecoa a vontade da população de Lens, que já tinha usado um jogo de futebol entre a equipa de Lens e o Valência, no dia 10 de Fevereiro, para mostrar uma bandeira com uma reprodução da Gioconda — “Mona Lisa, o coração do povo de Lens bate por ti”, lia-se.