De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Comunidades

Ludovic Mendes: eleições francesas foram “uma forma de revolução”

O lusodescendente Ludovic Mendes, do partido A República em Marcha!, foi eleito deputado na segunda volta das eleições legislativas em França, e falou à Lusa em “uma forma de revolução”.

“Hoje respondemos ao que esperavam os franceses e agora vamos tentar unir o maior número de pessoas possível. É uma forma de revolução porque ganhámos as presidenciais e agora ganhámos a assembleia. Ou seja, com boas ideias e as boas pessoas é possível fazer algo grande”, afirmou o empresário de 30 anos.

Na 2.ª circunscrição de Moselle, Ludovic Mendes venceu 52,40% dos votos o candidato de Os Republicanos, Jean François, que obteve 47,60 dos votos.

“Estou aliviado porque foi uma campanha muito longa, demos tudo, não sabíamos onde íamos parar e provámos que podemos responder ao que esperam os franceses. Agora, tenho um sentimento de obrigação e responsabilidade para que que o meu mandato cumpra o esperado”, continuou.

O lusodescendente foi um dos quatro primeiros “marchadores” do movimento de Emmanuel Macron no seu distrito, tendo sido o responsável dos “Jovens com Macron” na região, após ter deixado o PS no ano passado.

A conquista de uma maioria absoluta na Assembleia, ainda que abaixo das projeções apontadas na primeira volta, é para o novo deputado “de muito bom augúrio”.

“Agora temos de começar o trabalho o mais rápido possível para mostrar às pessoas que podem ter confiança em nós”, acrescentou.

Diretor regional de vendas numa empresa, Ludovic Mendes, com raízes em Guimarães, destacou, também, que o facto de haver “lusófonos na assembleia mostra que a França é a Europa e que todas as pessoas podem ter um certo sucesso”.

Com origens portuguesas, também foram eleitas Anne-Laure Cattelot, de A República em Marcha!, na 12.ª circunscrição do Norte, e a deputada socialista cessante Christine Pires Beaune, na 2.ª circunscrição de Puy-du-Dôme.

Dos candidatos lusodescendentes na corrida eleitoral, foram eliminados os candidatos “em marcha” Otília Ferreira (1.ª circunscrição de Charente-Maritime) e Paulo da Silva Moreira, (1ª circunscrição de Yonne).

A esta hora, ainda estão a ser apurados os resultados de Dominique da Silva (7.ª circunscrição de Val d’Oise), Laëtitia Romeiro Dias e Virginie Araújo (3.ª circunscrição de Essonne).