De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Motores

Jaguar apresenta novo E-Pace em Londres

A Jaguar apresentou o novo E-Pace em Londres. É o segundo SUV da marca britânica e vem posicionar-se abaixo do F-Pace, o modelo que é atualmente o grande responsável pelo potenciamento das vendas da Jaguar em todo o mundo. A comercialização está prevista, na europa, para o início do próximo ano.

Em termos de imagem mantém o estilo do irmão mais velho, mas não se pode dizer que seja um “mini-F-Pace”, como acontece com vários modelos das marcas alemãs. Tem a sua própria personalidade e, apesar das dimensões compactas (4,39 metros de comprimento, 1,94 metros de largura e 1,649 metros de altura), tem a sua própria identidade.

O ar de família é evidente e se a grelha dianteira assume a imagem que conhecemos no F-Pace, os grupos ópticos dianteiros recordam-nos o F-Type e o perfil com uma imagem desportiva do tipo coupé, remete-nos para o I-Pace (eléctrico) visto no último Salão Automóvel de Los Angeles. As enormes jantes de 21 polegadas ajudam a sublinhar o dinamismo da imagem.

Os 2,68 metros de distância entre-eixos foram conseguidos com a colocação dos pneus nas extremidades da plataforma em alumínio. “O habitáculo está orientado para o condutor, como acontece com o F-Type”, afirmou Ian Callum, o responsável do design da Jaguar. Que não escondeu que este “um SUV para quem tem o prazer da condução, um carro para pessoas ativas, mas que necessitam de espaço e um veículo pratico e polivalente, mas isso não deve comprometer as performances”.

Desde modo, o design interior assume o estilo que vem marcando os últimos lançamentos da marca de Coventry, vincado por detalhes que afirmam um carater desportivo. É por isso que “mantivemos os mostradores do painel de instrumentos com uma imagem analógica. Este Jaguar começa por ser um veículo mecânico”.

O aspeto desportivo não afecta o estilo familiar de um SUV onde podem viajar confortavelmente quatro adultos, apesar de haver espaço para cinco. “O aproveitamento do espaço inferior foi uma das nossas grandes preocupações”, afirmou Ian Callum, que destacou “o espaço disponível para as pernas dos ocupantes dos bancos traseiros”, ao mesmo tempo que chamou a atenção para diversos porta-objectos, como a “caixa” sobre o apoio de braço central dianteiro “onde é possível transportas duas garrafas de vinho, apesar de quem conduz não poder beber”… Para além disso, os 577 litros de volume da bagageira, são um excelente argumento.

 O E-Pace está disponível com dois motores a gasolina e três opções diesel, todas da família Ingenium. No lado dos gasolina surgem o 2.0 com 249 ou 300 cv de potência, acoplado a uma caixa automática e com tracção total permanente. No campo dos diesel temos o 2.0D de 150, 180 ou 240 cv. Neste caso apenas a versão menos potente está disponível com caixa de velocidades manual e tracção 4×2.