De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Europa

Inês Amorim falha final do prémio francês LVMH

A ‘designer’ de moda Inês Amorim, a única portuguesa na lista dos 20 semifinalistas da 5.ª edição do prémio francês LVMH, não foi escolhida para a final do galardão promovido pela marca de luxo Louis Vuitton.

A lista das nove marcas finalistas foi divulgada no final da semana passada, depois de as coleções outono/inverno dos ‘designers’ terem sido apresentadas num ‘showroom’ em Paris, a 01 e 02 de março, durante a semana da moda.

Entre as 1.300 candidaturas, de 90 países, Inês Amorim foi a única portuguesa que chegou à meia-final desta edição do prémio LVMH para os Jovens Criadores de Moda, no valor de 300.000 euros e com um apoio técnico e financeiro durante um ano.

A ‘designer’ apresentou a coleção de pronto-a-vestir masculino da marca Ernest W. Baker, que fundou, em 2016, com o norte-americano Reid Baker, depois de terem estudado na Domus Academy, em Milão, uma referência mundial em arquitetura, design, gestão e moda.

Desde que criaram a marca, os ‘designers’ trabalharam para diferentes nomes da indústria da moda como Haider Ackermann, Yang Li, Wooyoungmi e Rejina Pyo e foi na participação num ‘showroom’ da Semana da Moda Masculina de Paris, em janeiro, que foram “descobertos” por um ‘caça-talentos’ da LVMH.

Em declarações à Lusa, Inês Amorim descreveu a Ernest W. Baker como “nostálgica e familiar”, inspirada “no clássico e no contemporâneo” e com influências dos Estados Unidos e de Portugal.

A coleção com a qual concorreram ao prémio era inspirada no universo do realizador norte-americano David Lynch, mais concretamente nos filmes “Blue Velvet” e “Twin Peaks”, cruzando “o western americano com a elegância europeia mais clássica dos blazers, croché e bastantes malhas dos anos 70, 80”.

Para o final de junho, na Fondation Louis Vuitton, em Paris, foram escolhidas as marcas criadas pelo britânico Samuel Ross, pela dupla holandesa Rushemy Botter e Lisi Herrebrugh, pelo britânico Charles Jeffrey, pelo japonês Masayuki Ino, pela dupla americana Zoe Latta & Mike Eckhaus, pela dupla franco-americana Léa Dickely e Hung La, pelo francês Ludovic de Saint Sernin, pelo americano Matthew Adams Dolan e pelo sul-coreano Rok Hwang.

Em 2015, o prémio LVMH para os Jovens Criadores de Moda foi ganho pela dupla de estilistas portugueses Marques’Almeida.