De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Europa

Fotógrafos portugueses de regresso à Paris Photo

As galerias Carlos Carvalho e Filomena Soares vão voltar a participar na feira internacional de fotografia Paris Photo, de 09 a 12 de novembro, no Grand Palais, na capital francesa.

Na 21.ª edição da Paris Photo, que vai contar com 190 expositores de 30 países, a Galeria Carlos Carvalho vai expor trabalhos dos artistas portugueses Carla Cabanas, Tatiana Macedo e Daniel Blaufuks, e do americano Anthony Goicolea.

“É uma grande visibilidade mundial para a galeria e para os artistas que nós representamos. Para os artistas em geral, para os portugueses em particular e, ainda mais em particular, para os mais jovens, é absolutamente imprescindível estarem presentes nestas grandes montras internacionais. A Paris Photo é, de facto, a primeira ou segunda montra mundial no que concerne a fotografia”, disse à Lusa Carlos Carvalho.

O proprietário da galeria que vai participar pela quinta vez na feira avançou que uma das fotografias de Tatiana Macedo foi escolhida pelo convidado de honra deste ano, o diretor artístico da Chanel e também fotógrafo, Karl Lagerfeld, para integrar um livro editado pela Steidl e que vai ser apresentado na Paris Photo.

Carlos Carvalho afirmou, ainda, que o trabalho de Anthony Goicolea vai integrar o percurso de melhores obras escolhidas pela coleção de arte da JPMorgan Chase, uma seleção de 20 imagens, “entre milhares de fotografias”, depois de, no ano passado, a instituição já ter distinguido um trabalho de Daniel Blaufuks.

A “visibilidade” é o principal objetivo da participação na Paris Photo, descrita pelo galerista como uma “feira cara e difícil porque tem uma grande concorrência” e que não dá lucro – por enquanto – mas dá contactos e clientes.

“As nossas obras portuguesas, em geral, são muito mais baratas que a concorrência. Nós ao vendermos uma peça a 1.500 euros de uma artista nossa como a Carla Cabanas, por exemplo, estamos às vezes a concorrer com artistas que vendem as peças a 150.000 ou 100.000 ou 50.000 euros. Nós precisamos de vender muitas peças para pagar o ‘stand’. Por isso, desta vez introduzimos o Anthony Goicoleia que é um artista internacional que vende já um pouco mais caro”, acrescentou.

Por seu lado, a Galeria Filomena Soares vai expor obras dos portugueses Helena Almeida, João Penalva, Pedro Barateiro, Didier Faustino, Rodrigo Oliveira e do americano Slater Bradley, tendo uma obra de Helena Almeida sido, também, selecionada para o percurso da coleção de arte da JPMorgan Chase.

O diretor da galeria, Manuel Santos, indicou à Lusa que está com “grande convicção que vai ser uma boa feira” face aos últimos dois anos porque a edição de 2015 foi obrigada a fechar devido aos atentados de 13 de novembro em Paris e a edição de 2016 coincidiu com o aniversário dos ataques, o que “prejudicou muito a feira”.

Este ano, a Paris Photo tem como convidado de honra Karl Lagerfeld, que começou o seu trabalho de fotografia em 1987 e que já foi galardoado com o Prémio de Cultura da Deutsche Gesellschaft für Photographie e o ICP Trustee Award do International Center of Photography.

Paralelamente à Paris Photo, vai decorrer na Escola de Belas Artes da capital francesa a oitava edição do Offprint Paris, um salão de editoras de livros de fotografia, arte contemporânea e ‘design’, em que vão participar 140 editoras independentes de 19 países, nomeadamente duas portuguesas, a Pierre Von Kleist e a Ghost Editions.

Paris vai também acolher, de 09 a 13 de novembro, o Salon de la Photo, uma feira de material fotográfico, que vai acontecer no parque de exposições da Porta de Versalhes, na qual vão estar, pelo menos, três empresas portuguesas.