De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Colunistas

Dor de cabeça = falta de sexo

Já lá vamos ao assunto «falta de sexo» ! Vou explicar primeiro porque é que aparecem as dores de cabeça: os indivíduos que sofrem de enxaqueca têm um orgulho muito forte e não permitem que pessoas autoritárias mandem em sua vida ou controlem seus passos. Resistem a tudo e a todos que, conforme eles acreditam, queiram invadir seu espaço vital. São pessoas que não relaxam nos prazeres, pois receiam serem dominados de alguma forma. Normalmente têm medo do sexo ou de suas consequências, devido a limitações morais, familiares, etc.

Se você se identifica nesta situação, solte-se e deixe o seu coração ”falar”. Não use a razão constantemente, pois devemos equilibrar os dois hemisférios cerebrais (razão e emoção), para evitarmos esses conflitos internos e suas somatizações. Suavize seus pensamentos.

Mas agora pare e reflita sobre o que está acontecendo ao seu redor. Será que alguém ou alguma situação o contrariou? Ou talvez você se tenha sentido desconsiderado(a) por alguém um tanto importante de quem você esperava maior consideração.

Seja o que for, pense sobre a sua própria conduta e veja o quanto se está sendo inflexível consigo mesmo(a) e com os outros. Aceite docilmente o que aconteceu e proponha-se mudar o caminho através dos seus ideais e você vai ver como a dor irá desaparecer. Acredite que qualquer dor de cabeça é sinal de um orgulho muito forte, conforme já expliquei, e para acabar com ela é preciso modificar os seus pensamentos exatamente no momento da dor. Tudo é uma questão de exercício e de flexibilidade. Tente, pelo menos uma vez, acabar com a dor sem o auxílio de remédios. Esqueça o medo e apenas reconheça o quê ou quem o contrariou e desarme-se procurando uma boa maneira de mudar a sua vida para melhor.

A paciência e a coragem consigo mesmo acabarão com uma simples dor de cabeça ou com a enxaqueca. Veja alegrias em ambientes que você não gosta de freqüentar e não resista à contrariedade que o fez entrar neste ambiente. Experimente soltar-se e divertir-se mais, em vez de negar e criticar as opiniões diversas das suas. Lembre-se de que sua carência e seu desejo de receber amor e carinho aumentam quanto maior forem a sua inflexibilidade e o seu orgulho.

O sexo pode ser o analgésico natural para a dor de cabeça. De acordo com varias pesquisas, as relações sexuais podem aliviar a dor de cabeça e a enxaqueca.

O uso do sexo como analgésico natural para aliviar as crises de dor de cabeça é mais comum entre homens do que entre mulheres. Vendo assim conclui-se que, apesar de não ser uma prática tão comum, a atividade sexual pode levar a um alívio parcial ou completo da dor.

Existe uma série de possíveis explicações, como as alterações na pressão arterial por exemplo. Uma das hipóteses para a melhoria da dor de cabeça é que o organismo libera endorfina durante o sexo. Essa hormona responsável pelo prazer alivia a dor ao agir no sistema nervoso central.

A desculpa “esta noite não dá porque estou com dor de cabeça” pode estar com os dias contados.

Do ponto de vista da Medicina Chinesa quando pensamos em enxaquecas, pensamos logo em dores de cabeça fortes, com uma sensação de algo difícil de aguentar, como se a cabeça fosse rebentar a qualquer momento. Excluídas causas fisiológicas como, por exemplo, tumor ou compressão neurológica, a maior parte das vezes, a sua origem é desconhecida, o que a torna geradora de ansiedade e receios… Quanto mais dói, mais tensos e/ou ansiosos ficamos, e quanto mais tensos, menos capazes de conseguir regularizar a circulação energética e sanguínea, única capaz de repor o equilíbrio e aliviar a enxaqueca…

É que, à luz da Medicina Chinesa, há enquadramento e explicação energética para as enxaquecas.

Em Medicina Chinesa, a cabeça é o local de concentração máxima da energia Yang do corpo. Outra das “leis” do pensamento chinês diz que, onde há Yin, há Yang, e vice-versa, do que concluímos que embora a cabeça seja o local de concentração máxima de Yang, é também alimentada por energia Yin.

Outra característica da nossa existência energética, é que o Yin produz o Yang e o Yang faz progredir o Yin, pelo que são indissociáveis.

O que acontece nos quadros energéticos de enxaqueca, é que há um afluxo intempestivo e desproporcionado de energia Yang à cabeça, o que está na base da sensação de distensão e de excesso, sob a forma de dor.

Este afluxo desequilibrado da energia à cabeça acontece por excesso de Yang ou por insuficiência de Yin para equilibrar esse Yang, ou por ambas.

Subida do Yang do fígado, ou subida do fogo do fígado ou estagnação do Qi do fígado, existência de mucosidades que impedem a livre e suave circulação da energia, insuficiência da energia do rim ou do Qi ou do sangue… tudo são formas que podem estar na origem das enxaquecas.

As enxaquecas, sejam agudas ou crónicas, são tratadas pela Medicina Chinesa com excelentes resultados, recorrendo às diversas terapias como: acupunctura, auriculoterapia, moxabustão e à fitoterapia, com o intuito de dirigir o seu efeito para os sistemas pretendidos a equilibrar.

São também estabelecidos cuidados alimentares pois está em causa a energia do fígado, razão pela qual, assistimos, muitas das vezes, à existência paralela de sinais gastrointestinais.

E, das enxaquecas, facilmente percebemos que se quer estar sozinho, não ver luz, não ouvir sons, estar quieto e calado: sozinho… humm… bloqueado.

Enfim, todo um conjunto de aspetos desde internos a externos, que nos vão permitir o reequilíbrio energético, para que nos libertemos ao exterior e aos outros, de “alma” plena e purificada, sem isolamentos… e sem dores de cabeça!

E caso as dores ainda persistirem, marque consulta com a sua especialista.

Carla Santos

Naturopatia – MedicinaChinesa – Coaching PNL

20, rue de Rumelange

57840 Ottange – France

GSM (+352) 661 720 803 ou 0033 634 962 651

https://www.facebook.com/MTC.Naturopatia.PNL