De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Colunistas

Avon

Sempre que entro num hipermercado e sou abordado por um promotor da Avon, fico em dúvida se o assunto está também relacionado com a Liga Portuguesa Contra o Cancro.
Não sou pessoa de me guiar muito pelas aparências, mas estes promotores não enganam. A forma desesperada com que eles abordam as pessoas, só me leva a crer que eles, todos eles, e sem excepção, possuem um cancro qualquer, ou uma doença rara, típico de promotor de causas sociais, obcecado tentar sacar o salário mínimo daquelas acções.

Claro que, e não sendo eu pessoa de dar esmolas, nem tão pouco de falar com desconhecidos e com mau aspecto (sim, quase todos têm um aspecto horrível, ou cheiram simplesmente mal), raramente ofereço pouco mais do que um simples e pratico: “Não, obrigado e boa tarde”. Claro que raramente termina desta forma, isto porque tendem sempre a insistir e a armarem-se em parvos.

Confesso ser um profundo inculto na matéria e imagino tão pouco saber se é possível estabelecer uma relação familiar ou até mesmo de amizade com estes seres. Não deve ser fácil. Mas acho com toda a sinceridade, que a ciência deveria investigar esta doença, até porque esta a atacar ferozmente gente pobre de espírito, sem ética e com queda para a aldrabice.