De que está à procura ?

suica
Lisboa
Porto
Berna, Suiça
Motores

A gasolina e o gasóleo vão ter novos nomes

Os carros novos vendidos em toda a Europa vão ser obrigados a usar um novo autocolante que vai permitir aos seus utilizadores encontrarem os combustíveis corretos para o seu veículo, de modo seguro e tendo em conta benefícios ambientais.

Este é o resultado de uma nova diretiva europeia (que também se aplica a países fora da UE), que vai ser implementada a partir de 12 de outubro, e que também vai obrigar os comerciantes de combustíveis a fazerem alterações às bombas.

Estas novos autocolantes vão permitir identificar mais facilmente automóveis, motociclos e veículos pesados compatíveis com combustíveis alternativos e vão ser colocados junto ao bocal do combustível de veículos novos, assim como em manuais de combustíveis. Isto não vai afetar veículos antigos. Autocolantes equivalentes vão ser colocados nos postos de reabastecimento.

Os autocolantes identificados com a letra “E” indicam que a gasolina está misturada com uma certa quantidade de etanol (geralmente 5 ou 10 por cento, mas também existe 85 por cento, uma maioria de etanol com apenas um pouco de gasolina, e que o veículo é compatível com o uso de etanol até uma certa quantidade (por isso, não pode usar E10 num veículo preparado para E5, mas pode usar E10 num veículo preparado para E85).

A letra “B” indica que o motor funciona normalmente a gasóleo mas que pode usar biodiesel até 7 ou 10 por cento. A letra XTL indica que o motor pode utilizar gasóleo sintético. A letra “H” significa que o veículo tem células de combustível e funciona com hidrogénio. Geralmente não é compatível com mais nada.

As letras “CNG”, “LPG” e “LNG” são mais comuns, e são utilizadas em veículos com motores a gasolina que foram modificados para receber gás natural comprimido, gás de petróleo liquefeito (GPL, em português) e gás natural liquefeito. Embora sejam compatíveis com gasolina, geralmente não são compatíveis uns com os outros.